Os blogs acabaram?

Acho que não. Apenas passou o período do "boom". Muitas pessoas desistiram de blogar, mas muitas ainda continuaram e novos blogs surgem. 
Eu não posso parar de escrever, mesmo agora tão pouco, porque foi o blog que me mostrou "um  monte" de gente interessante, algumas conheci pessoalmente e só reforçaram a amizade verdadeira, ainda que virtual.
Mexi na minha lista de seguidores e muitos da minha lista de blogs preferidos, porque quero reavaliar.
Reforçar os que sei que são amigos, não preciso. Mas também não quero ficar na lista de alguém que não vem aqui, "me visitar". 
Para isso, tenho também que "visitar" os meus, re-estabelecer conexões, alguns não estão no Facebook e se não for através do blog, perco de vista. 
Mas tá difícil escrever, né?
A gente consegue falar do arco-iris, mas fala também do momento desastroso que o Brasil está vivendo.
Sinceramente, admiro quem consegue "passar batido", jamais comenta, nem contra nem a favor.
E as inimizades que se estabeleceram? Muito triste e assustador.
Não podemos nem devemos nos atormentar,tentar "abrir a cabeça" de uns e outros, mesmo porque não somos iguais e que ruim o mundo seria, se assim o fosse.
É por sermos diferentes que,ao longo da vida, existiram tantos "monstros", tantos assassinatos "permitidos", em nome de uma ideologia. 
Falar de diferenças é criar mesmo confusão, pois cada um é imbuído de suas ideias e não aceitá-las é natural, por isso melhor nos afastarmos do que ficar de "bate-boca", num grau de exasperação que beira a falta de educação. 
Por isso a máxima sempre existirá: futebol, religião e política não se discutem! 
Agora acrescento: não se fala mais de feminismo.
De como criar filhos.
De amamentar, fazer cesárea, ou não. 
Tudo vira briga, "eu sei do que estou falando"; "vivi isso na pele"; "cientificamente falando"; tanto blá, blá, blá, cada um querendo saber mais do que o outro.
O Facebook deixa as pessoas corajosas, até mal-educadas.
O blog é mais contido, as pessoas opinam sem agredir. 
Enfim, eu vou continuar escrevendo, por ser uma paixão. 

4 comentários:

✿ chica disse...

Os blogs não acabaram, Lúcia! Ainda bem!

Estamos resistindo, postando, interagindo com os que sobraram, rs...

Muito bom te ver e que não deixes de escrever nunca.

Colocar pra fora o que sentimos, os desejos, tudo isso faz bem e por aqui, na blogosfera,
até opiniões divergentes são feitas com educação e respeito! Que assim continue,não é?

beijos, tuuuuuuudo de bom e que consigamos ver coisas lindas ,apesar dessa podridão que temos e somos obrigadas a engolir...

chica

Ana Paula disse...

Os blogs não acabaram, Lúcia!
Faço coro com a Chica!
É visível que o "boom" passou, muitos deixaram de blogar, migraram para o facebook ou outras redes sociais.
Mas, como você bem observou, aqui parece sim haver mais respeito. Tenho a impressão que, em especial no facebook, embora eu não conheça as outras redes, há uma atmosfera áspera, parece que quando se pisa ali já é para uma escrita ríspida, um comentário em voz ácida. é preciso ter opinião para tudo e lá não se sabe ouvir. É preciso impor a tua ideia, o teu pensamento.
Já li várias pessoas dizerem que é um território de ódio.
Aqui, podemos e devemos discordar, expor-nos mas há uma leveza.

Dia desses eu fiz um faxina nos blogs que eu seguia e me surpreendi ao ver que metade deles deixaram de blogar há muito.
Eu já não consigo ter uma frequência, constância, mas tenho paixão por esse espaço.
Vamos sim nos reconectando, interagindo e seguindo!
Bom te ver e te ler. Bj!

Maria Glória disse...

Olá Lucia!
Sabe Lú, eu perdi a vontade de interagir no facebook. Já pensei em desativar, mas tenho alguns interesses por lá, um deles é uma grupo gastronômico que faço parte, da Itália. Além de aprender sobre a dieta do mediterrâneo, eu aprendo um pouco o idioma.
Mas a conversa de maneira geral, no facebook, não me conquista mais.
No entanto, fiz muitas amizades na blogosfera, que gosto muito, das pessoas e dos temas abordados.
Mas tudo tem mesmo um ciclo, pois percebo claramente o os blogues já tiveram uma fase muito melhor, do que atualmente. Muitos comentam, como você.
Beijos querida e bom feriado.

Roselia Bezerra disse...

Olá, querida Lúcia!
Amo blogar e vou seguir fazendo isso até desejar e poder...
Vejo blog que escrevem pra si mesmo... que nunca comentam em ninguém apesar de serem comentados.... que pararam... que tomaram outros rumos que os iniciais...
Mas, gosto de escrever e tem muita gente que ainda está na ativa há quase dez anos... tenho quase 9 ao todo e não desanimei ainda... peço a Deus que não o faça...
É um prazer para mim, sinceramente!
Além disso, ainda ganhei nobres amizades, como vc, por exemplo...
Bjm fraternal